4 pontos para avaliar no Seguro Empresarial

4 pontos para avaliar no Seguro Empresarial

Fique atento as obrigatoriedades dos setores para a contratação das apólices

Escrito por: Estúdio A Hora

Quando se fala sobre proteção para empresas e negócios, independente do seu tamanho, sabe-se que há inúmeras opções de pacotes de seguros no mercado. Por isso, antes de assinar um contrato com a seguradora é preciso avaliar as ofertas e necessidades de cada empresa.

Dependendo o ramo no qual o negócio atua alguns seguros podem ser obrigatórios. É o caso da proteção contra incêndios, exigida através do Decreto 61.867, de 1967, que afirma:

CAPÍTULO IX:
Art. 18. As pessoas jurídicas, de direito público ou privado, são obrigadas a segurar, contra os riscos de incêndio, seus bens móveis e imóveis, situados no país, desde que, localizados, em um mesmo terreno ou em terrenos contíguos, tenham, isoladamente ou em conjunto valor igual ou superior a vinte mil cruzeiros novos. (Vide Decreto nº 85.266, de 1980)
Parágrafo único. Para determinação da importância pela qual deverá ser realizado o seguro, serão adotados os valores de reposição dos bens.

Além desta obrigatoriedade, há ainda os pacotes adicionais que incrementam os serviços básicos, ou seja, potencializam a proteção da companhia.

Ao contratar os serviços das seguradoras, além de evitar perdas financeiras em caso de sinistro, é possível se prevenir com as despesas inesperadas. O Seguro Empresarial transforma um eventual desembolso em prestações fixas, ou seja, contribui com o caixa da empresa.

Não ter o seguro pode significar uma dor de cabeça ainda maior, pois muitas vezes os reparos superam o orçamento disponível no momento do incidente. Com a indenização recebida através do Seguro Empresarial, os gastos com prejuízos ficam menores.

Confira 4 dicas para contratar o seguro

1 – Pesquise: Antes de escolher qualquer pacote de Seguro Empresarial é preciso pesquisar bem. Busque informações sobre a seguradora, as condições oferecidas e os termos do contrato. O ideal é contar com a ajuda de uma corretora de seguros, como a Poolseg. O corretor poderá esclarecer possíveis dúvidas e fará a melhor análise dos riscos do imóvel. Faça um orçamento e compare a abrangência das coberturas.

2 – Opte pelo seguro obrigatório: Cada setor exige um tipo de proteção. Para que sua empresa esteja regularizada, é importante apurar qual seguro é ideal para o negócio. É importante lembrar que não há uma regra, a cobertura dos pacotes pode variar de uma empresa para outra, de acordo com o tamanho, número de funcionários e periculosidade.

3 – Entenda o que está sendo cobrado: Precisamos ressaltar que o Seguro Empresarial é multirrisco e que cada apólice é moldada conforme as características da empresa contratante. Para calcular o preço do pacote de uma loja, por exemplo, é preciso detalhar o tipo de atividade desenvolvida, se há estoque, confecção no local, o histórico de sinistros, a infraestrutura do bairro, entre outros aspectos. Em caso de dúvidas, verifique a apólice. Este documento traz todos os detalhes da cobertura, sua abrangência e os riscos coberto. Não compare o seu plano com o da empresa vizinha.

4 – Adote medidas de prevenção de riscos: Empresas que optam por atitudes prudentes, além de aumentar a segurança conseguem obter descontos nos prêmios dos seguros. Evite colocar em risco o seu negócio e funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *