Conheça 5 hábitos que danificam o carro

Conheça 5 hábitos que danificam o carro

Descubra se você pratica alguns destes vícios de direção que podem estragar seu veículo


Produzido por: Estúdio A Hora / Jéssica R. Mallmann



Manter o veículo limpo e fazer revisões periódicas são importantes para evitar futuros problemas. No entanto, alguns hábitos que praticamos na direção, extremamente comuns e que nem sequer imaginamos serem prejudiciais, podem danificar o carro e contribuir para o seu desgaste precoce.

Claro que na hora do aperto, o seguro de carro é uma excelente alternativa, mas manter o cuidado para evitar acidentes é ainda mais importante. Mas afinal, quais são os hábitos que não devemos praticar?

1 – Usar combustível na reserva

Dirigir com o combustível na reserva é um dos atos que mais gera problemas para o veículo e contribui para o desgaste precoce. Entre os riscos, destaca-se a possibilidade de queimar a bomba, apagar o motor e causar pane seca

É importante destacar também que “o seguro do automóvel não costuma cobrir problemas mecânicos, por isso o cuidado com esses tipos de hábitos é importante” (Compara Online).

2 – Esticar a marcha

Manter a mesma marcha por mais tempo do que o necessário força o motor e causa superaquecimento. Quando isso ocorre, é normal escutar o som do motor mais alto, pois está sendo forçado.

3 – Não trocar o óleo ou usá-lo vencido

Dirigir um carro com óleo vencido atinge diretamente o motor, “pois o óleo perde suas propriedades de lubrificação, o que permite o acúmulo de sujeira e, consequentemente, o entupimento dos dutos, além do aumento de temperatura” (Minuto Seguros)

4 – Dirigir com a mão apoiada no câmbio

Muitos motoristas costumam deixar a mão apoiada sob o câmbio de marcha para facilitar a troca. No entanto, o peso da mão apoiada força o câmbio e pode comprometer o funcionamento correto. Portanto, essa prática deve ser evitada ao máximo. 

5 – Descer ladeiras com o carro em ponto morto

De acordo com o site Notícias Automotivas descer ladeiras com o carro em ponto morto força muito mais o sistema de freios. O ideal é usar o freio motor em conjunto com os freios, “deixando a marcha engatada e apenas tirando o pé do acelerador. Este hábito ainda tem a vantagem de lhe trazer economia de combustível, pois o sistema de injeção eletrônica vai cortar completamente o fornecimento de combustível assim que detectar que você tirou o pé do acelerador. Já em ponto morto, o motor continua usando combustível, mesmo que pouco”.


E então, quais desses hábitos você pratica? Observe a sua forma de condução e tente evitar algumas práticas que possam danificar o carro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *